Webmail | Acessibilidade
Redes Sociais

Projetos

Data: 23/08/2021

A implantação de ações de fomento aos projetos de pesquisa científica e tecnológica, à formação de recursos humanos especializados para o Estado do Pará, nas várias áreas do conhecimento, de apoios à realização de eventos científicos e tecnológicos, feiras e exposições, entre outras são realizados através de chamadas públicas via editais, que têm como meta:

 • Fomentar a pesquisa em CT&I, em áreas estratégicas para o desenvolvimento do Pará.

 • Apoiar a implantação do Sistema Estadual de Avaliação de Qualidade e certificação de produtos;

 • Promover a formação de redes de pesquisa em CT&I, em temas prioritários para o desenvolvimento regional;

 • Fomentar a difusão da CT&I por meio de apoio à editoração científica e às publicações de revistas e/ou periódicos;

 • Estimular o desenvolvimento da CT&I no ensino fundamental, e do ensino médio (regular e profissionalizante) da rede pública do Estado do Pará, e apoiar a realização de feiras e exposições de CT&I no ensino básico, identificando e formando novos talentos;

 • Formar e fixar recursos humanos no Estado do Pará e estimular a produção de conhecimento de excelência sobre a realidade regional;

 • Estabelecer cooperação internacional em CT&I, visando o aperfeiçoamento dos recursos humanos das instituições de ensino e pesquisa paraenses;

 • Induzir a inovação de processos e produtos em empresas que atuam no Pará, alterando o perfil competitivo da base econômica industrial, aperfeiçoando serviços por meio de especialistas que atuem em cooperação com as empresas paraenses.

Visando contemplar as metas citadas, a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará disponibiliza os seguintes projetos:

 

• Projeto: Uso de biotecnologias no melhoramento genético de bubalinos na Ilha do Marajó

O projeto será desenvolvido nos municípios que fazem parte da Ilha do Marajó, localizados na mesorregião do Marajó.

Objetivo é promover o melhoramento genético do rebanho bubalino da Ilha do Marajó.

O projeto consiste também na difusão de material genético de reprodutores bubalinos de comprovada aptidão zootécnica (leite e carne) através da inseminação artificial em tempo fixo (IATF) em pequenos, médios e grandes produtores; será aplicada a técnica de produção in vitro de embriões em matrizes bubalinas de comprovada aptidão zootécnica em pequenos, médios e grandes produtores, para difusão de material genético de alta qualidade. O projeto produzirá ainda a formação de recursos humanos (Mestres e Doutores), bem como a formação de mão de obra local através da elaboração de cursos.

Valor do investimento: R$ 3.271.496,94

 

• Projeto: Criação de um laboratório de qualidade de água no Parque Tecnológico do Guamá

Objetivo: Criar um laboratório de análise de qualidade de água na Amazônia no Parque Tecnológico do Guamá.

O projeto tem entre seus objetivos a produção de conhecimento sobre a qualidade da água na Amazônia, sobre os poluentes no meio físico da água, sobre a velocidade dos fluxos dos contaminantes, suas concentrações, seus caminhos de degradação e tempo necessário, sobretudo em condições tropicais, onde há pouca investigação científica sobre o assunto. Trará resultados positivos também na formação e consolidação de um grupo de pesquisa na área ambiental e de recursos hídricos. Em síntese, o laboratório irá implementar metodologias inovadoras na área de qualidade da água na Amazônia.

Valor do investimento: R$ 3.243.569,28

 

• Projeto de Implantação do Centro de Biotecnologia Médica da Amazônia – CBMA – Fase 1

O objetivo é implantar o Centro de Biotecnologia Médica da Amazônia (CBMA)

O Centro de Biotecnologia Médica da Amazônia é a primeira unidade do Norte/Nordeste/Centro-oeste do Brasil destinada à produção e desenvolvimento de novas moléculas, vacinas, antídotos e produção de insumos biotecnológicos. A despeito da sua localização em Belém, esta unidade poderá servir para outras cidades brasileiras que carecem dos tipos de produtos/serviços do CBMA. O Centro poderá atender demandas do setor ciência, tecnologia, inovação, empresarial e industrial do estado do Pará. Sua inspiração são os chamados "Core Facilities" das universidades do primeiro mundo, proporcionando infraestrutura em técnicas analíticas, com o objetivo de viabilizar, aprimorar e promover pesquisas científicas e tecnológicas, oferecendo prestação de serviços tecnológicos, insumos biotecnológicos e de vacinologia com qualidade, segurança, agilidade e ética.

Valor Investimento: R$ 6.900.000,00

 

• Projeto: Investigação Clínico-Respiratória em pacientes pós-covid-19

Objetivo do projeto é investigar lesões e alterações cardiopulmonares em pacientes pós-infecção por SARS-COV-2 durante o período de pandemia por COVID-19, bem como os efeitos de um programa de reabilitação cardiopulmonar em tais pacientes.

Os mecanismos associados às alterações no pulmão de pacientes com COVID-19 ainda não estão totalmente elucidados, embora seja consenso que a resposta imunológica desencadeada pelo vírus cause lesões severas no sistema respiratório, sendo o dano alveolar difuso o achado histológico mais frequente. Nesse contexto, as complicações respiratórias ocasionadas pela pneumonia viral, neste caso a COVID-19, determinam a gravidade da doença e devem ser avaliadas e tratadas mesmo pós-infecção aguda, em virtude das sequelas pulmonares, o que torna o acompanhamento clínico e a reabilitação pulmonar ferramentas indispensáveis à recuperação dos pacientes. Nesse sentido, o objetivo desta proposta é avaliar alterações pulmonares e os resultados de um protocolo de reabilitação cardiopulmonar (PRCP) em pacientes pós-infecção por SARS-COV-2.

Valor Investimento R$ 962.223,30

 

• Projetos Cooperativos e Pesquisa Científica, Tecnológica ou de Inovação

Prevê cooperação técnica e financeira para projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, com enfoque no desenvolvimento sustentável do Estado do Pará.

 

• Projetos de Pesquisa, Ensino e Extensão da Universidade do Estado do Pará

Tem a finalidade de consolidar e fortalecer os Programas e Projetos de Pesquisa da Universidade do Estado em todas as áreas temáticas de ensino fornecidas pela Instituição.

 

• Projetos de Tecnologia Social para Consolidação do Sistema Paraense de Inovação – SIPITS

A proposta objetiva desenvolver empreendimentos solidários através de metodologia participativa, cursos de gestão e formação tecnológica, que impactem no desenvolvimento local; inclusão produtiva; inclusão de jovens no mercado de trabalho; organização e formação de Associações e Cooperativas dentro do Estado do Pará.

 

• Projetos de apoio ao Sistema Paraense de Inovação – SIPI

Busca contribuir para consolidação do Sistema Paraense de Inovação, através da implantação de laboratórios em áreas estratégicas para o desenvolvimento do Estado.

 

• Projeto “Promoção de Ações de Extensão Tecnológica às MPMES por meio da Implementação da Rede Paraense de Extensão” – SIBRATEC

Propicia às micro, pequenas e médias empresas dos setores da agroindústria, alimentos e bebidas, madeira e móveis e metal mecânica, serviços especializados por meio da expertise das instituições integrantes da Rede Paraense de Extensão Tecnológica – REPET, com vistas à melhoria da competitividade, por meio da otimização de produtos e processos, bem como a qualificação de seus recursos humanos.

 

• Projetos de apoio ao Sistema Nacional de Pesquisa em Biodiversidade – SISBIOTA

Visa fomentar a pesquisa científica para ampliar o conhecimento e entendimento sobre a biodiversidade brasileira e melhorar a capacidade preditiva de respostas às mudanças globais, particularmente as mudanças de uso e cobertura da terra e mudanças climáticas, associando formação de recursos humanos, educação ambiental e divulgação do conhecimento científico.

 

• Projetos de apoio as Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal – BIONORTE

Objetiva integrar competências para o desenvolvimento de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação e formação de doutores, com foco na biodiversidade e biotecnologia, visando gerar conhecimentos, processos e produtos que contribuam para o desenvolvimento sustentável da Amazônia.

 

• Projetos de apoio as Redes Nacionais de Pesquisa Em Agrobiodiversidade e Sustentabilidade Agropecuária – REPENSA

O Repensa visa a implantação de redes de pesquisas inter-regionais e interdisciplinares em agrobiodiversidade e sustentabilidade da agropecuária brasileira.

 

• Projetos de apoio à Rede Amazônica de Pesquisa e Desenvolvimento de Biocosméticos – REDEBIO

Parceria entre os Estados do Amazonas, Maranhão, Acre e Pará, a Rede Amazônica de Pesquisa e Desenvolvimento em Biocosméticos, REDEBIO tem o objetivo de promover a formação e o fomento de uma rede inter-regional e interdisciplinar de pesquisa em biocosméticos.

 

• Projetos de apoio as Rede de Pesquisa - Cooperativas de Pesquisa Científica, Tecnológica e de Inovação em Áreas de Interesse do Sistema Paraense de Inovação – SIPI

O objetivo é de apoiar atividades integradas de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, mediante o apoio financeiro para formação de redes cooperativas de pesquisa que visem contribuir para o fortalecimento dos grupos de pesquisa, laboratórios e programas de pós-graduação das instituições formadoras de Recursos Humanos do Estado do Pará.

 

• Projetos para Consolidação do Sistema Público de Comunicação de Dados do Estado do Pará – Infocentros

Possibilita a implantação de laboratórios de informática em escolas públicas e pontos de cultura, tendo como desafio estimular novas metodologias para fortalecer a difusão da cultura, comunicação e informação das regiões do Estado.

 

• Projetos de apoio à Rede Núcleo de Inovação Tecnológica do Pará - Rede Nit Projeto Namor

O projeto tem o objetivo de criar arranjos de rede colaborativa com a finalidade de otimizar e compartilhar recursos, disseminar boas práticas de gestão da inovação, de proteção à propriedade intelectual e transferência de tecnologia, bem como facilitar a aplicação da política de CT&I e capacitar recursos humanos para facilitar as relações dos NITs com o setor produtivo na região da Amazônia Oriental (Pará, Amapá e Tocantins).

 

• Projetos de apoio ao Laboratório da Qualidade do Leite da Região Norte

O objetivo é apoiar financeiramente a implantação, e o desenvolvimento do projeto denominado “Laboratório de Qualidade do Leite/ Atendimento da Demanda da Região Norte do Brasil” no Parque da Ciência e Tecnologia Guamá, na cidade de Belém. Este projeto atenderá também os Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima e Tocantins.

 

• Projeto Acessibilidade e Inclusão Social no Aquário do Museu Paraense Emílio Goeldi

O principal objetivo é o de desenvolver e implantar tecnologias assistidas voltadas para pessoas com necessidades especiais em espaços científico-culturais, objetivando dotar o recém-reformado Aquário do Museu Paraense Emílio Goeldi de recursos de acessibilidade que integrem toda a diversidade do público visitante.

 

• Projeto “Implantação e Consolidação do Núcleo de Inovação da Amazônia Oriental – NAMOR”.

Os objetivos desse projeto consistem na implantação e consolidação do Núcleo de Inovação Tecnológica - NIT da Amazônia Oriental; na implantação e consolidação de uma rede de NIT em cada Estado da Amazônia; na atualização de bases de dados de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I) contendo tecnologias disponíveis e transferidas na Amazônia Oriental.

Enviar por email

SIG AMAZÔNIA

Links úteis +

Produtos +