Enviado por rodolpho.chermont em seg, 23/05/2022 - 17:38

Fapespa participa de workshop sobre parcerias de inovações com fundações de amparo à pesquisa

3

Na última sexta-feira, 20, a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) participou de um um workshop, realizado na sede da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em conjunto com Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), que discutiu novas parcerias de inovações com fundações de amparo à pesquisa. Além disso, a possibilidade de programas de tecnologia desenvolvidos com o projeto Tecnova também foi um ponto discutido no evento. O Tecnova é uma iniciativa cujo objetivo é oferecer subsídios financeiros que serão destinados a apoiar inovações, através de recursos de subvenção econômica.

4

Segundo o presidente da Fapespa, Marcel Botelho, “esse evento foi muito importante para fazer um balanço das principais ações realizadas em conjunto, como o projeto Centelha e o Tecnova, mostrando os avanços já alcançados e os desafios que ainda precisam ser superados. A partir dessa avaliação, foi possível produzir algumas provocações e propostas para que a Finep ajuste os programas para as próximas edições e estabeleça um calendário de ofertas desses investimentos", afirma.

3

Também esteve presente no evento o diretor científico da Fundação, Deyvison Medrado, que falou sobre novas iniciativas e parcerias nas áreas de ciência, tecnologia, inovação e empreendedorismo. “Foram apresentados três programas que serão lançados ao longo do ano, com apoio de algumas Fundações de Amparo à Pesquisa do Brasil que irão auxiliar na divulgação e operacionalização desses projetos. Na ocasião também, foram citados os resultados positivos obtidos pelo Programa Centelha, na edição Pará, uma iniciativa que visa fortalecer o ecossistema de empreendedorismo paraense.”

A cerimônia apresentou-se com grande relevância social para a população brasileira em relação ao desenvolvimento de novas ideias e parcerias que irão beneficiar muito a sociedade. Nesse sentido, vale ressaltar que a Fapespa acredita na pesquisa, ciência, tecnologia e inovação como as matrizes fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico do Pará e do Brasil.

 

Texto: Lorena Coelho